Com o peso argentino enfrentando alta inflação, os desenvolvedores de Bitcoin ATM sentiram a oportunidade de criar um caminho para os argentinos em busca de uma reserva alternativa de valor, e estão planejando instalar os caixas eletrônicos Bitcoin no país. Até o final de 2018, a Argentina receberá 30 caixas eletrônicos em Bitcoin. Esse número vai saltar para cerca de 150 no início do próximo ano e para mais de 1.500 até o final de 2019.

A Argentina, devido à inflação de sua moeda nacional, que perdeu mais de 50% de seu valor em relação ao dólar em 2018, é um local perfeito para os caixas eletrônicos de Bitcoin. Alguns dos caixas eletrônicos – os produzidos pelo Odyssey Group – poderão não apenas permitir que os clientes comprem e vendam criptomoedas, mas também realizar transações bancárias mais tradicionais, inclusive depositar e sacar dinheiro e transferir dinheiro entre contas.

“Hoje, os caixas eletrônicos de criptomoedas no mundo estão crescendo exponencialmente. Na Argentina, não havia caixas eletrônicos comerciais e a ideia era ser a primeira a conquistar o mercado.”- diz Dante Galeazzi, gerente de operações da Athena Bitcoin

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here