A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) acusou dois co-fundadores de uma suposta empresa de serviços financeiros de organizar uma oferta inicial fraudulenta de moedas (ICO), anunciou a SEC em comunicado à imprensa em 2 de abril.

A SEC diz que os co-fundadores da Centra Tech. Inc., Sohrab Sharma e Robert Farkas, foram presos e acusados ​​depois de levantar US$32 milhões em investimentos não registrados por meio de um “CTR Token”. Farkas tomou providências para deixar o país, mas foi detido antes de embarcar em seu voo.

De acordo com a SEC, Sharma e Farkas afirmaram que a empresa ofereceria uma variedade de produtos financeiros, incluindo um cartão de débito garantido por Visa e MasterCard, com o qual os usuários poderiam converter instantaneamente criptomoedas em dólares e outras moedas legais. A SEC diz que não existia tal acordo ou relacionamento entre a Centra Tech. Inc. e Visa ou Mastercard.

A equipe Criptoninjas aconselha fortemente seus leitores a fazer sua própria pesquisa antes de investir suas moedas suadas em qualquer ICO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here